em Inbound Marketing, Marketing Digital
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 Google+ 0 0 Flares ×

Já há algum tempo, o marketing de influência vem sendo apontado como uma das principais estratégias de comunicação de empresas de diversos setores. Entretanto, muitos profissionais ainda têm receio e dúvidas sobre como inserir ações com influenciadores digitais em seu planejamento de Inbound Marketing.

Neste artigo, tentamos esclarecer alguns pontos para – quem sabe – te incentivar a adotar essa estratégia.

Vale a pena investir em marketing de influência?

Na hora de decidir sobre uma compra, a opinião de outros consumidores, até mesmo desconhecidos, tem tido muita importância para grande parte das pessoas. Segundo estudo publicado pela Nielsen, 66% dos entrevistados afirmam que confiam nas recomendações e opiniões postadas por outros consumidores quando estão decidindo uma compra. Além disso, de acordo com uma pesquisa realizada pelo Twitter e Annalect, 40% das pessoas já compraram produtos depois de vê-los serem usados por influenciadores no Instagram, Twitter, Vine ou YouTube.

Sabendo disso, as empresas têm cada vez mais investido em ações com influenciadores digitais. Segundo um relatório publicado pela Linqia, empresa americana especializada em marketing de influência, 86% dos profissionais de marketing entrevistados usaram influenciadores digitais em suas ações no ano passado e  92% deles consideraram a estratégia eficaz. Para 2018, 39% pretendem aumentar os investimentos nessa área.

O Instagram é considerado a plataforma mais importante na estratégia de marketing de influência para 92% dos profissionais ouvidos pela Linqia, seguido do Facebook (77%) e Blogs (71%).

No Brasil, uma pesquisa realizada pela YouPix verificou que 67% das empresas consultadas consideram o marketing de influência como estratégico em seus planos de comunicação.

Um estudo realizado pela Mediakix estima que cerca de US$ 1 bilhão foram gastos pelas marcas com influenciadores no Instagram em 2017. A previsão é que esse montante aumente para US$ 1,6 bilhão em 2018 e US$ 2,3 bilhões em 2019.

Esses dados mostram que as empresas não apenas estão usando o marketing de influência em suas estratégias de comunicação, como também estão bastante satisfeitas com os resultados alcançados – tanto que planejam aumentar (e muito) os investimentos nessa tendência nos próximos anos.

Como usar o marketing de influência em sua empresa?

Para planejar uma boa ação com influenciadores, que traga resultados reais para sua empresa, conheça bem seu público. Saiba que conteúdos eles gostam de consumir, que redes sociais ele mais usa, quem são os influenciadores que eles seguem e confiam etc. A partir dessas informações você pode começar a pesquisar influenciadores que irão, de fato, se comunicar com quem você deseja atingir.

A seguir, defina metas e objetivos claros. Com essa ação você deseja atrair mais visitas ao seu site? Converter mais leads com uma determinada característica? Aumentar as vendas de um produto ou serviço? Assim, ficará mais fácil no final da ação determinar se ela trouxe ou não o retorno desejado.

O próximo passo é selecionar os influenciadores ideias para sua empresa e objetivos. Para isso, não foque apenas no número de seguidores ou de visualizações. Vá mais a fundo. Avalie o público com o qual ele se comunica, a forma como ele produz seu conteúdo e sua taxa de engajamento. Muitas vezes, criadores com público menor possuem mais influência e proximidade com um determinado nicho e podem ser melhor para sua empresa do que grandes celebridades do mundo digital.

Além disso, verifique se ele possui afinidade com sua marca, produto ou serviço. Não se esqueça: influenciadores são pessoas comuns, com gostos, opiniões e posicionamentos próprios. Por exemplo, se para sua marca o respeito aos animais é um valor importante, que tal avaliar se esse também é um tema de interesse do influenciador com o qual você deseja trabalhar? Com certeza ele irá valorizar essa característica do seu produto para um público que também se importa com essa causa.

Um dos pontos mais importantes que deve ser levado em consideração em uma estratégia de marketing de influência é que influenciadores digitais são produtores de conteúdo e não um simples meio de comunicação. Trabalhar com esses criadores permitindo que eles falem de seu produto ou serviço de sua maneira é a melhor forma de alcançar, de fato, os resultados que sua empresa deseja.

Crie uma parceria real com os influenciadores. Apresente um briefing, conte suas ideias para a ação, explique seus objetivos, mas evite chegar com um texto ou formato fechado. Dê espaço e permita que esse produtor de conteúdo possa contribuir criativamente com sua ação. Afinal, foi por meio da criatividade e autenticidade desse criador que ele se tornou uma influência no mundo digital, não é mesmo? Por que não usar essas características a seu favor?

Por fim, lembre-se sempre de medir os resultados de sua ação para determinar se ela teve sucesso ou não. Avalie os pontos positivos e os que precisam ser melhorados na próxima vez que decidir utilizar essa estratégia em suas ações de comunicação.

Quer ficar por dentro das principais novidades do marketing digital? Inscreva-se em nossa newsletter e receba em seu e-mail os conteúdos de seu interesse.

Posts recentes

Deixe um comentário

Contate-nos

Digite o que procura e pressione "enter" para realizar a busca

Google Analytics e GDPR como evitar a perda de dadosGrowth Hacking: o que é e como aplicar em sua empresa