em Inbound Marketing
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 Google+ 0 0 Flares ×

Como você já deve saber, o Inbound Marketing existe para ajudar sua marca a se comunicar com o público certo, de forma adequada e no momento mais oportuno, maximizando sua chance de convertê-lo em clientes satisfeitos e fieis. Mas será que uma plataforma de automação é necessária para viabilizar a aplicação dessa metodologia?

Qual é exatamente o papel dessas plataformas? Quais são as funcionalidades que elas oferecem e de que maneira utilizar essas ferramentas vão otimizar suas estratégias de conteúdo? É possível adotar o Inbound sem a ajuda desses softwares?

Se você tem dúvidas a respeito das plataformas de automação e sua relevância para o Marketing Digital, então está na página certa. Aqui, abordaremos os objetivos do Inbound e qual a importância da automação para sua concretização.

Siga em frente e obtenha o máximo de aproveitamento!

1. Definindo o objetivo do Inbound Marketing

Com o passar do tempo, as pessoas mudam e a própria sociedade se transforma. Os métodos para alcançar os potenciais clientes de um produto precisam acompanhar essa evolução.

Pense nas grandes marcas que sobreviveram à virada do milênio. As abordagens que elas empregavam nas décadas anteriores e até os próprios veículos comunicativos foram completamente alterados.

Hoje, não faz mais sentido disparar e-mails aleatórios ou fazer campanhas genéricas para milhares de pessoas na esperança de que algumas delas se interessem pelo que você tem a oferecer. Ao fazer isso, você estará desperdiçando esforço e tempo; e sabemos o quanto ambos são preciosos.  

É aqui que entra o pioneirismo da metodologia Inbound. Ao delinear um consumidor ideal para seu produto e se concentrar em construir um relacionamento significativo com ele, você estará criando um vínculo sólido com alguém cujos problemas sua oferta pode solucionar.   

O objetivo do Inbound Marketing, portanto, é nutrir uma relação com esses consumidores ideais, transformá-los em leads, convertê-los e cativá-los. A chave para alcançar esse resultado? Conteúdo educativo, embasado e personalizado.

2. Criando ações para cada etapa da metodologia

De acordo com a metodologia Inbound, todo cliente passará por uma jornada até adquirir seu produto. Na era pós-digital, a maioria das pessoas consulta de forma recorrente mecanismos como o Google antes de se decidir sobre um produto ou marca.

O novo consumidor pesquisa, compara, se informa, busca um diferencial e está interessado em uma boa relação de custo versus benefício. A web é o local onde esse indivíduo busca respostas para seus questionamentos, procurando estudos de caso, reviews e artigos informativos. É nesse terreno fértil, portanto, que o Inbound é aplicado

A jornada de compra de um consumidor pode ser dividida em três etapas:

  • Conscientização
  • Consideração
  • Decisão

Para cada um desses estágios, conteúdos personalizados são produzidos e publicados, criando um fluxo de comunicação coerente com o mindset do potencial cliente.

Alguém que está no estágio de conscientização, por exemplo, não se interessará pelo produto que você tem a oferecer. É um indivíduo que está se dando conta de um problema e estudando suas variáveis. Ele lerá seu conteúdo em busca de sugestões, de esclarecimentos, e não de soluções prontas.

Blog posts e materiais gratuitos educarão esse prospect até que ele compartilhe seu contato com você por meio de uma landing page. Na etapa de consideração, você alimentará esse lead com campanhas de e-mail personalizadas e ofertas de conteúdos ainda mais específicos, até qualificá-lo para a etapa final com o time de vendas.

3. Entendendo a proposta das plataformas de automação

Uma plataforma de automação não fará seu trabalho por você. Ela não cria campanhas efetivas, não elabora o conteúdo que nutre os prospects, não garante sua presença nas redes sociais, e nem gera leads qualificados sozinha. O que ela faz é facilitar todas essas ações, aumentando seu alcance e eficácia.

Em outras palavras, esses softwares não substituem o time de marketing. Para cada etapa do funil, seus recursos apenas agilizarão o processo e facilitarão o monitoramento de seus resultados.

Mas então é possível aplicar o Inbound Marketing sem a ajuda dessas plataformas? É possível, porém muito mais trabalhoso. Sem um software de automação, você precisará desenvolver todas as ações separada e manualmente.

O problema é a dificuldade de expansão. A partir do momento em que você tem uma base considerável de leads e prospects, fica difícil criar e gerenciar conteúdo personalizado de acordo com cada etapa do funil, monitorar o tráfego do site/blog e identificar quais triggers (CTAs, palavras-chave, campanhas etc.) convertem mais.

Ou seja, a segmentação, tão essencial ao Inbound, acaba se perdendo. Você passará seu tempo cuidando da logística em vez de se preocupar com seu objetivo final e estratégias para chegar até ele. 

4. Empregando a automação de marketing a seu favor

Exemplos de plataformas disponíveis no mercado são a Hubspot, a RD Station, SharpSpring e a All iN

As plataformas costumam concentrar os seguintes componentes:

  • Monitoramento de mídias sociais
  • SEO
  • CRM
  • Análise e planejamento
  • Automação de e-mail marketing
  • Criação/monitoramento de landing pages
  • Gestão de contatos/base de dados
  • Nutrição e classificação de leads   

Com o auxílio desses recursos, você veicula campanhas nas mídias sociais (como Facebook e Twitter) e pagas (como Adwords e Facebook Ads), mantém um fluxo de publicações, monitora a evolução dos prospects na jornada de compra e mensura os resultados dessas iniciativas.

Além disso, essa integração de ferramentas facilita o trabalho do time de vendas, já que compartilha as informações dos leads e alimenta sua base de dados com feedbacks precisos.

5. Aplicando a automação para potencializar as ações de Inbound

Como você pôde perceber, a metodologia Inbound demanda uma visão holística e integrada de marketing. Isso quer dizer que todas as ações precisam estar alinhadas para terem relevância e garantirem bons resultados. 

Para facilitar e agilizar esse processo, empregamos as plataformas de automação. Por meio delas, é possível canalizar tempo e esforço para abordagens personalizadas, que de fato eduquem o consumidor e façam uma ponte entre ele e a marca/produto. É com coerência e qualidade que se converte um lead e conquista um defensor da marca.  

A automação de marketing, portanto, potencializa o alcance e a eficácia da metodologia Inbound.

Você gostaria de conhecer melhor essas plataformas? Comente neste post. 🙂  

Postagens Recentes

Deixe um Comentário

Contate-nos

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

como identificar tendencias mercado vencer concorrentescase de sucesso Cão Cidadão e Inspire Digital